Grande São Paulo

(11) 5572-2611

Grande ABC

(11) 4438-6424

Demais localidades (de fixo)

0300 777 2611

Sede/Matriz

(11) 5572-2611

Grande ABC

(11) 4438-6424

Grande SP

(11) 5549-0798

Você sabe reconhecer os sinais da fome-física?

Comportamento
Você sabe reconhecer os sinais da fome-física?

Pode parecer uma pergunta boba, mas, já parou para pensar que, muitas vezes, comemos por ‘emoções’? Aquele doce quando estamos estressados, a feijoada para festejar quando recebemos uma promoção no trabalho, aquele pote de sorvete de 2 litros quando queremos ‘enfiar o pé’ na jaca porque levamos um ‘pé na bunda’.

Ou seja: comemos por alegria, por tristeza, por estresse, por euforia, por paixão e, na maioria das vezes, o motivo que nos leva a comer é, na última das hipóteses, a fome-física, que nada mais é que um sinal do nosso organismo da real necessidade de que precisa ser nutrido.

E é exatamente quando comemos fora da fome-física que os quilinhos a mais começam a acumular em nosso corpo. Tanto é que você já deve ter ouvido frases do tipo “a gordura esconde tristeza, carências, baixa autoestima, medos e inseguranças”.

Por trás da compulsão de comer há uma emoção negativa que precisa ser trabalhada. Afinal, como sempre diz a Química, pesquisadora e fundadora da Meta Real, Maria Eliza Zuccon: “é preciso dar ao corpo o alimento do corpo e à emoção a nutrição da emoção”.

 

Como então saber diferenciar quando é a fome emocional da fome-física?

Quando a fome é verdadeira mesmo (fome-física), sentimos vontade de comer comida de verdade, alimentos nutritivos e nosso estômago pode até roncar, pois encontra-se vazio e precisa ser abastecido.

Já a fome emocional se manifesta com aquela vontade comer alguma coisa gostosa que não se sabe o que que é. Daí come-se qualquer coisa, normalmente com muito açúcar e gordura e quase sem nutrientes.

Um dos testes mais simples que indicamos é: beba um copo de água e espere em torno de 15 minutos, se os sintomas  passarem, você perceberá que não era fome, era sede!

Sim, muitas vezes nos enganamos, achando que estamos com fome-física, quando, na verdade, o nosso organismo está pedindo para ser hidratado!

Mas, não é só esse o sinal da fome-física, é preciso considerar os intervalos entre as refeição e, claro, a qualidade dos alimentos que você escolhe para a sua nutrição.

O programa da Meta Real é embasado em reeducação alimentar, que tem como princípio ensinar quais são os alimentos e as quantidades adequadas para você saber nutrir corretamente o seu corpo.

Com o treino diário, você começa a perceber naturalmente os sinais da fome-física, pois o nosso organismo funciona como um reloginho: o nosso organismo tem um tempo padrão para ser totalmente esvaziado e, assim, emitir o sinal da fome-física para a próxima refeição, sabia disso?

Pois bem, o nosso sistema é muito inteligente e funciona de forma equilibrada! Assim, trabalhando em conjunto e a favor do nosso organismo, a consequência é uma melhora na saúde e na redução de peso!

Quer aprender mais sobre como reconhecer os sinais da fome-física? Venha assistir uma aula sem compromisso para conhecer o nosso programa de reabilitação alimentar!

Veja qual unidade é mais próxima de você, verifique os dias e horários das nossas aulas e venha como nosso convidado especial!

Compartilhe:  
Deixe o seu comentário

Publicações Relacionadas

 

 

banner-livro

 

 

Meta Real na mídia

Revista Plástica e Beleza
edição 58 /2016

Ver edição
Como Funciona?

Venha ser aluno da Meta Real: o Método Tático de Reabilitação Alimentar que vai acompanhar você passo a passo na sua jornada.

Conheça Agora
  • Marcia Pinheiro

    Meta Real Marcia Pinheiro

    “Semana após semana fui me policiando e levando o método a sério com obstáculos e vontades sim, mas colocando em primeiro lugar eu mesma.”

  • Franciane Couto

    Meta Real Franciane Couto

    “Emagrecer, pra mim, mudou meu exterior, meu corpo, mas mais que isso, me fez uma pessoa melhor, não para os outros, mas para mim mesma!”

  • Márcia Acunzo

    Meta Real Márcia Acunzo

    “Tive muitos problemas de saúde : fraqueza , mal-estar , depressão ...quadros de desânimo porque eu atribuia ao remédio o poder de tirar o apetite ...”

  • Mariana Campanha Pozatto

    Meta Real Mariana Campanha Pozatto

    “Comecei a observar… “Que regime louco esse em que se pode comer de 5 em 5 horas… O correto não é de três em três? Nossa, mas pode comer tudo isso?!””

  • Alessandro Correia da Rocha

    Meta Real Alessandro Correia da Rocha

    “[...] fui um pouco rebelde e arrumava desculpas [...] Porém me intrigou, quando ele disse que não era um regime e sim uma reeducação alimentar, sem proibições [...] fui percebendo como ser gordinho afetou minha saúde e por negligência eu não me cuidava.”