Grande São Paulo

(11) 5572-2611

Grande ABC

(11) 4438-6424

Demais localidades (de fixo)

0300 777 2611

Sede/Matriz

(11) 5572-2611

Grande ABC

(11) 4438-6424

Grande SP

(11) 5549-0798

O desafio de ser saudável no momento atual

Comportamento
O desafio de ser saudável no momento atual

Por Raquel Ramos, orientadora da Meta Real

Você realmente tem dado atenção para o que é de fato saudável para seu corpo?

— Menina é assim: você pega uma colher de sopa de cheia, coloca em um copo d’água e, na manhã seguinte, você toma!

— Olha, sal rosa é tudo de bom, ele tem muitos minerais e o teor de sódio é menor.

— Goji Berry, ah aquela frutinha que emagrece, descansa, tem vitamina C, antioxidantes e é uma delícia? Ótima para rejuvenescer!

Você já percebeu que cada vez mais as informações ‘rolam soltas’ pela internet, e cada vez mais a gente se sente confuso em como ter uma alimentação saudável se não for cheia de grãos, sementes, fibras? Como diz meu filho: “Esse pão cheio de serragem!” :). Bem, comentários à parte, de uma pessoa que nunca teve problemas com a obesidade, talvez, em certo ponto estejamos perdendo um pouco o parâmetro do que seria saudável para o corpo e, saudável para a mente; afinal nossa alimentação interfere no nosso bem estar cerebral – óbvio.

Em hipótese alguma estou incentivando a “comida com gosto de caixa”, mas que reflitamos sobre a importância de recuperarmos o sabor, a textura e o aroma natural da comida caseira.

E com isso vem um termo bem significativo: “a comida de verdade”, aquela que a nossa avó – ou para alguma faixa etária – a comida que a bisavó fazia.

A verdurinha refogada, o arroz, o feijão temperadinho, uma carne de panela… E de sobremesa? Aquela suculenta manga que a gente come e enche os dentes de fiapos e se lambuza!

Ah! Não dá para ter esse tipo de alimentação no corre-corre de todo dia.

Você pode estar pensando… Mas, eu pergunto, nem nos finais de semana? Porque existe o “dia do lixo”?

E o dia do seu corpo? E o dia da sua saúde? E o dia do seu bem estar? Esses não existem? Já existe a segunda-feira sem carne. E se estipularmos para nós que todo dia é o dia do alimento que te faz bem?! Isso te ajuda a distinguir como ser saudável?

Há hábitos que sabemos, não são modificados do dia para noite. Mas se você realmente quer ser uma pessoa saudável na íntegra, na sua essência, procure a informação segura. Pesquise sim, informe-se, porém não siga modismos. “Peque” pelo menos: menos sal, menos açúcar, menos fast-food, menos álcool, menos gordura. Diga sim àquilo que a natureza te dá de presente. Diga sim ao fato de que as experiências te ajudam a perceber o que é melhor. Diga sim, prin-ci-pal-men-te, ao que o seu corpo diz, aprendendo a ouvi-lo.

E assim será saudável!

 

Este texto foi publicado originalmente no blog Reabilitação Alimentar.

Deixe o seu comentário

Comentários
  • sandra

    espetacular…adorei o texto…qdo teremos o curso on line? fiz meta eliminei 30 kg mas apos a gravidez fiquei 20 kg acima da meta…

    • Meta Real

      Olá Sandra, grata pelo seu comentário. Não temos previsão de palestras online. No momento, temos vários webinários com nossos orientadores, disponíveis em nosso site.
      Aproveite!

Publicações Relacionadas
O que fazer ao invés de contar calorias?

O que fazer ao invés de contar calorias?

Meta Real na mídia

Revista Plástica e Beleza
edição 58 /2016

Ver edição

 

 

banner-livro

 

 

Como Funciona?

Venha ser aluno da Meta Real: o Método Tático de Reabilitação Alimentar que vai acompanhar você passo a passo na sua jornada.

Conheça Agora
  • Marcia Pinheiro

    Meta Real Marcia Pinheiro

    “Semana após semana fui me policiando e levando o método a sério com obstáculos e vontades sim, mas colocando em primeiro lugar eu mesma.”

  • Mariza Zenzano de Melo

    Meta Real Mariza Zenzano de Melo

    “O que mais me chamou a atenção no Método era ter a possibilidade de trabalhar minha cabeça e não ter mais dependência emocional... Ficava na maior ansiedade para assistir a próxima aula!”

  • Patricia de Abreu Piccolo Rahman

    Meta Real Patricia de Abreu Piccolo Rahman

    “Quando cheguei no meu peso senti uma vontade imensa de sair correndo, saltando e gritando! Hoje posso dizer que minha saúde melhorou, muito.”

  • Nadia Junqueira

    Meta Real Nadia Junqueira

    “ Fiquei tão grata e tão feliz com minha nova vida que pensei em dividir com tantas outras pessoas que passam pelas mesmas situações e etapas que eu passei.”

  • Marcella Canto

    Meta Real Marcella Canto

    “Quero ser LEVE! Além de magra, quero deixar bem longe de mim todos os sentimentos que não me faziam bem.”