Grande São Paulo

(11) 5572-2611

Grande ABC

(11) 4438-6424

Demais localidades (de fixo)

0300 777 2611

Sede/Matriz

(11) 5572-2611

Grande ABC

(11) 4438-6424

Grande SP

(11) 5549-0798

Entenda por que a evolução da indústria alimentícia não acompanhou a evolução do homem

Comportamento
Entenda por que a evolução da indústria alimentícia não acompanhou a evolução do homem

Você está feliz com sua aparência? Toda roupa lhe fica bem? Sua saúde anda boa? E, a cabeça como está?

Você sabia que nos primórdios da raça humana, o cérebro do homem pesava, em média, 400 gramas? Pesquisas nos dizem que eles só se alimentavam de caça, frutas e alguns legumes.

Entretanto, após 2 milhões de anos, a dieta humana foi se modificando com a introdução de peixes, moluscos e ovos. Esse acréscimo alimentar influiu também no volume do cérebro; de 400 gramas, passou para 1,4 kg.

Foi neste último milhão de anos que os humanos adquiriram a capacidade de lidar com o mundo das abstrações, dando um grande salto para nossa inteligência.

O que os pesquisadores defendem é que no período paleolítico, o homem chegou a um equilíbrio ótimo na ingesta de nutrientes para o cérebro, composta na sua maior parte de frutas, legumes e verduras, e ainda carnes magras de caça, mel, mariscos, moluscos, ovos, peixes e suas ovas. Isso promoveu um aperfeiçoamento na sua inteligência.

Há cerca de 10.000 anos atrás, o homem descobriu a agricultura, acontecendo a primeira grande modificação na dieta humana, com a introdução dos grãos, pães e derivados.

Entretanto, há menos de 100 anos, outra grande modificação veio acontecer na nossa dieta com a introdução das indústrias alimentícias (evolução da indústria alimentícia), fast-foods, gorduras processadas e alimentos exageradamente açucarados, aditivados de estabilizantes, corantes, conservantes, espessantes, etc. Segundo os pesquisadores, essas mudanças importantes nas dietas não conseguiram se adaptar ao nosso código genético.

A evolução da indústria alimentícia e as novas dietas

Com a vida que levamos hoje, a maioria das pessoas faz uma dieta sofrida para o nosso organismo (corpo e cérebro). Note que as doenças físicas e mentais vêm aumentando em ritmo acelerado nas sociedades que se afastaram da alimentação natural, balanceada e equilibrada.

A verdade é que o consumo de produtos industrializados, quando se tornam uma rotina na alimentação diária, prejudicam a saúde, aumentando as inflamações no organismo e a obesidade.

O consumo de muitos carboidratos desperta a fome de nutrientes com a esperança do seu organismo se nutrir; ou seja, não é, fome física. Esse apetite não é necessidade de comer, é fraqueza que só engorda.

Por isso é que a Meta Real ensina como conhecer bem o que comemos.

É fundamental escolher os alimentos que comemos. Nossa alegria de viver, nosso potencial hormonal e imunológico, enfim, o bem-estar físico e mental estão diretamente ligados ao estilo de alimentação que adotamos.

Quando faltam nutrientes para o cérebro, o primeiro a sofrer degeneração é a inteligência emocional. Venha aprender mais na Meta Real!

Compartilhe:  
Deixe o seu comentário

Publicações Relacionadas

 

 

banner-livro

 

 

Meta Real na mídia

Revista Plástica e Beleza
edição 58 /2016

Ver edição
Como Funciona?

Venha ser aluno da Meta Real: o Método Tático de Reabilitação Alimentar que vai acompanhar você passo a passo na sua jornada.

Conheça Agora
  • Nadia Junqueira

    Meta Real Nadia Junqueira

    “ Fiquei tão grata e tão feliz com minha nova vida que pensei em dividir com tantas outras pessoas que passam pelas mesmas situações e etapas que eu passei.”

  • Alessandro Correia da Rocha

    Meta Real Alessandro Correia da Rocha

    “[...] fui um pouco rebelde e arrumava desculpas [...] Porém me intrigou, quando ele disse que não era um regime e sim uma reeducação alimentar, sem proibições [...] fui percebendo como ser gordinho afetou minha saúde e por negligência eu não me cuidava.”

  • Míriam Aparecida Campanhã Pozatto

    Meta Real Míriam Aparecida Campanhã Pozatto

    “fui tão bem acolhida por todos, que acabei ficando à vontade. Aquela reunião mudou minha vida, foi ela que me deu forças para iniciar”

  • Mariza Zenzano de Melo

    Meta Real Mariza Zenzano de Melo

    “O que mais me chamou a atenção no Método era ter a possibilidade de trabalhar minha cabeça e não ter mais dependência emocional... Ficava na maior ansiedade para assistir a próxima aula!”

  • Lilian Martire Ferrari

    Meta Real Lilian Martire Ferrari

    “Escolha VOCÊ e seja mais feliz, eliminando os quilos que não te pertencem!!!!”