Grande São Paulo

(11) 5572-2611

Grande ABC

(11) 4438-6424

Demais localidades (de fixo)

0300 777 2611

Sede/Matriz

(11) 5572-2611

Grande ABC

(11) 4438-6424

Grande SP

(11) 5549-0798

Adolescência, excesso de peso e depressão

Comportamento
Adolescência, excesso de peso e depressão

A depressão é uma doença que atinge, cada vez mais, adolescentes, principalmente quando estes estão com excesso de peso.

O que acontece é que a fase da adolescência é, por si só, um período desafiador, de autoafirmação, de comparações e inseguranças e que tem sido ainda mais agravado pela exposição exacerbada nas redes sociais de influencers, por exemplo, que mostram o tempo todo o corpo esbelto.

Consequentemente, tais fatores detonam ainda mais a autoestima daqueles que são considerados ‘fora do padrão de beleza’.

 

Sinais de depressão

É preciso que os pais fiquem atentos a alguns sinais que podem indicar sintomas da depressão ou de baixa autoestima (uma das portas de entrada para se instalar um quadro depressivo), se o seu filho ou filha estiverem acima do peso:

  • Não gostar do próprio corpo e querer ‘escondê-lo’ em numeração muito acima do que deveria vestir. Preste atenção se o adolescente opta por blusões em tons mais escuros, como preto.
  • Observe como o adolescente se comporta em lojas de roupa: se é um sofrimento para ele ter que comprar roupa, por achar que nada vestirá e ficará bom.
  • Começa a preferir ficar mais no mundo virtual do que sair com os amigos e familiares.
  • Semblante triste e excessivamente tímido.
  • Aumento do consumo de alimentos industrializados e pouco nutritivos e gordurosos, como chocolates, bolachas, pizzas.
  • Queda no rendimento escolar e falta de ânimo para ir às aulas.

 

Alimentação como remédio

Por meio da reabilitação alimentar ensinamos tudo sobre como nutrir de forma adequada o organismo, desde a mastigação, passando pela escolha correta dos alimentos até a percepção dos sinais do corpo, como a real fome-física.

A consequência é que o jovem emagrece e, assim, é resgatada a sua autoestima, que é uma das possíveis causas do problema da depressão. E, assim, aprendendo a escolher alimentos cada vez mais nutritivos, o seu corpo vai respondendo também com mais disposição!

O adolescente passa, então, a querer socializar mais, a experimentar roupas que tenham mais a ver consigo mesmo e também começa a querer ter um estilo próprio de roupa e não mais a se esconder atrás de números maiores.

Ou seja: tudo de forma natural, sem radicalismos, sem medicamentos, sem dietas restritivas, apenas com os alimentos que são encontrados na feira, que é um dos lemas da Meta Real: a alimentação como remédio e não como veneno.

Se você, que é mãe de filhos adolescentes que estão acima do peso, traga-os para o nosso programa!

Veja o caso do Vinícius, exemplo de determinação e prova de que é possível viver a adolescência de uma forma mais tranquila, magro, sem sofrimentos e o melhor: sem passar fome, comendo de tudo, mas de forma correta!

Compartilhe:  
Deixe o seu comentário

Publicações Relacionadas

Meta Real na mídia

Revista Plástica e Beleza
edição 58 /2016

Ver edição

 

 

banner-livro

 

 

Como Funciona?

Venha ser aluno da Meta Real: o Método Tático de Reabilitação Alimentar que vai acompanhar você passo a passo na sua jornada.

Conheça Agora
  • Míriam Aparecida Campanhã Pozatto

    Meta Real Míriam Aparecida Campanhã Pozatto

    “fui tão bem acolhida por todos, que acabei ficando à vontade. Aquela reunião mudou minha vida, foi ela que me deu forças para iniciar”

  • Franciane Couto

    Meta Real Franciane Couto

    “Emagrecer, pra mim, mudou meu exterior, meu corpo, mas mais que isso, me fez uma pessoa melhor, não para os outros, mas para mim mesma!”

  • Joselaine Cristina Merighe

    Meta Real Joselaine Cristina Merighe

    “A verdadeira mudança não está somente em nossas mãos mas principalmente em nossa MENTE! ”

  • Elaine Casanti

    Meta Real Elaine Casanti

    “ Meta Real foi um divisor de águas em minha vida, agrego o que aprendi em muitas coisas que vivo, principalmente a tal da RESILIÊNCIA !”

  • Marcia Pinheiro

    Meta Real Marcia Pinheiro

    “Semana após semana fui me policiando e levando o método a sério com obstáculos e vontades sim, mas colocando em primeiro lugar eu mesma.”